BR Week

As 10 empresas mais inovadoras do mundo (e o que o varejo pode aprender com elas)

Elas são prioritariamente empresas do setor de tecnologia, mas ensinam ao varejo pontos fundamentais para criar experiência para o consumidor e crescer
Por Camila Mendonça

Como todos os anos, a revista Fast Company elenca as companhias mais inovadoras do mundo. A presença de empresas de tecnologia é massiva. Contudo, varejistas também brilham no top 10 – é o caso da Amazon, que está na primeira colocação do ranking.

Independentemente do segmento, é possível que o varejo se inspire e aprenda algumas lições das inovadoras para conseguir crescer a partir da diferenciação e não do sufoco. Veja quem são as dez empresas mais inovadoras do mundo e o que aprender com elas.

Inscreva-se no BR Week 2017 e não perca as oportunidades da hora da virada!

1. Amazon
A companhia não para de inovar – seja em tecnologias que tornam a entrega mais eficiente, seja pela diversidade da oferta aos clientes – principalmente aqueles que assinam o Amazon Prime. A empresa é mais do que uma companhia que vende de tudo. Ela é uma empresa de tecnologia e entretenimento, uma vez que agora também produz séries e filmes. A atuação da empresa ultrapassou a esfera do online e passou para a física, com a livraria e o supermercado físicos. Tudo isso sem contar os investimentos em Inteligência Artificial.
O que aprender
Diversifique, invista em tecnologia e olhe para além do seu core business. Mas tudo isso precisa estar alinhado ao propósito da empresa e às demandas dos consumidores. A palavra-chave aqui é conveniência.

2. Google
A empresa é um ícone da tecnologia. Mais do que um serviço de busca na internet, o Google é uma empresa de Inteligência Artificial. Além do core que a deixou conhecida, a empresa investe em energia, carros autônomos, saúde e vários serviços de inteligência para as empresas.
O que aprender
Facilite a vida do seu cliente, invista em conteúdo e em inteligência. O varejo hoje não sobrevive sem dados. É com eles que ele entende a jornada dos consumidores, e consegue entregar o que o cliente quer, mesmo quando ele não sabe ainda.

3. Uber
Nem precisa entender o motivo: a Uber revolucionou todo o mercado de transporte para pessoa física, tornou o pagamento invisível, e tem expandido sua atuação, como o Uber Eats.
O que aprender
Invista em experiência. Tornar o uso dos seus produtos e serviços simples tem ditado a regra do mercado. Além disso, invista em tecnologia e torne o fim do processo o mais frictionless possível.

4. Apple
Além do conceito inovador que a companhia incutiu entre as companhias de telefonia, a Apple foi considerada inovadora por iniciar o processo de produção do próprio chip.
O que aprender
Inove sempre e encontre alternativas para otimizar seu negócio dentro de casa. Em varejo, é preciso encontrar meios para tornar a operação o mais eficiente possível e aumentar as margens. Resolver problemas operacionais dentro de casa é uma das opções. Faça a lição de casa.

5. Snapchat
A empresa inovou ao deixar de ser apenas o famoso aplicativo para se tornar a Snap, uma empresa de tecnologia. O primeiro lançamento dessa nova fase da empresa é o óculos que faz gravações e posta os vídeos.
O que aprender
Não tenha medo de mudar. Se uma estratégia não está dando certo ou se já está saturada, não espere o mercado fazer as mudanças. Mude.

6. Facebook
A famosa rede social tem mudado as regras o tempo todo e investido, cada vez mais, em anúncios em plataformas móveis. Para a rede social, o negócio não é novo, mas a companhia ampliou os investimentos para ganhar ainda mais volume nesse core – este é o motivo que tem feito a empresa ser destaque, segundo a Fast Company.
O que aprender
Amplie o seu negócio. Não tenha medo de crescer caso o mercado permita esse crescimento e a demanda responda por ele.

7. Netflix
Outra empresa que dispensa explicações, a Netflix saiu do seu core online e colocou três filmes no Oscar deste ano. A companhia reforça a produção de conteúdo original a partir dos dados de preferências dos seus clientes.
O que aprender
Ofereça o que o consumidor demanda. Entenda a jornada de compra dos seus clientes, o que eles mais buscam e crie produtos e serviços que estejam alinhados a essas necessidades – é a personalização em massa.

8. Twilio
Considerada uma unicórnio nos Estados Unidos, a startup oferece sistemas de chat, ligações e conversas em vídeos e outros sistemas. A empresa nasceu e tem crescido por conta da alta demanda por comunicação rápida.
O que aprender
Encontro novas formas de se comunicar com o cliente – uma delas pode se tornar algo inovador. Os consumidores demandam, mais e mais, formas rápidas de se comunicar. Apostar nisso é elevar as chances de fidelizar clientes e aumentar as vendas.

9. Chobani
Contrariando as empresas listadas até aqui, a Chobani é uma fabricante de iogurtes. Ela foi listada pela Fast Company pelos produtos, que encaram gigantes do setor frente a frente, e, principalmente, por conta da gestão: a companhia oferece ações da empresa como pagamento aos funcionários.
O que aprender
É possível crescer em um mercado tradicional sem precisar criar inovações de outro mundo. Muitas vezes, a forma como se gere o negócio pode elevar os resultados da empresa.

10. Spotify
Da mesma forma que o Netflix, a companhia consegue oferecer playlists personalizadas a partir dos dados de tudo o que os clientes ouvem.
O que aprender
Personalize. O consumidor quer ser reconhecido como único, com seus gostos e preferência. Oferecer promoções, conteúdo e serviços que tornem a experiência dele o mais única possível é a palavra de ordem da experiência.

Quer saber o que é possível aprender com empresas inovadoras de outros segmentos? Então, não perca o painel “Quebrando as regras: o que o varejo pode aprender com outras empresas inovadoras?”, que acontecerá no primeiro dia de Congresso do BR Week 2017. Não perca! As inscrições já estão abertas.



X

Compartilhar artigo

Envie este artigo para um amigo


X

Preencha Este Formulário

Nós queremos te conhecer melhor