BR Week

Varejo brasileiro investe na integração entre virtual e loja física

Marcas como Reserva, Leroy Merlin e até a popular Ikesaki investiram em projetos que permitem o consumidor transitar pelo virtual e físico. Veja o que elas fizeram

Cada vez mais se debate a integração entre o varejo físico e on-line. Esse caminho é irreversível. E o varejo brasileiro tem entendido isso. Tanto que somente no último mês três grandes marcas anunciaram alguma iniciativa nesse sentido. Conheça.

Inscreva-se no BR Week 2017 e não perca as oportunidades da hora da virada!

Reserva

A marca de roupas infantis da Reserva, a Reserva Mini, agora conta com tablets para que consumidores comprem no e-commerce da marca dentro das lojas físicas. Segundo a empresa, todas as lojas da marca já contam com o Omni. A tecnologia permite a realização das compras on-line nas lojas. Em algumas regiões do Rio de Janeiro, como Copacabana, Barra da Tijuca e demais áreas metropolitanas, o cliente recebe o pedido em algumas horas.

Com a ferramenta, as lojas da marca contam agora com um mix maior de produtos, pois não fica dependente do estoque físico. Para fazer a implementação da tecnologia Omni, a marca teve de fazer adequações na logística. Inclusive, teve de desenvolver ferramentas e metodologias exclusivas para garantir as entregas.

Ikesaki

Com oito grandes lojas em São Paulo, a marca seguiu a linha de grandes redes de varejo e criou a opção “click and collect”. Pelo serviço “Compre no Site e Reire na loja”, a marca quer entrar na era da omnicanalidade. A ideia é integrar ao máximo os ambientes físico e digital. Dessa forma, os consumidores terão acesso aos mais de 20 mil itens da marca quando quiser. Para atender à demanda, a marca vai manter uma loja aberta 24 horas por dia e uma central de atendimento para o esclarecimento de dúvidas.

Leroy Merlin

A rede de materiais de construção Leroy Merlin criou opção para consumidor ter acesso a todo o estoque da rede. A ideia é oferecer o serviço de “click and collect”, por meio da qual o consumidor compra pela internet e retira os produtos em loja. A retirada, por enquanto, acontece apenas em uma loja específica, a da Ricardo Jafet, em São Paulo. Segundo a empresa, o site conta com mais de 30 mil produtos disponíveis.

A ideia é que o cliente faça um cadastro no site, por meio do qual ele terá acesso ao botão “estoque”. Após consultar o produto, ele pode comprar e depois retirar em dois dias úteis na unidade que está atendendo o serviço no momento. Hoje, a rede francesa possui 38 lojas distribuídas em dez estados brasileiros, mais o Distrito Federal. A loja virtual da varejista atende a todos os estados do País.

A integração entre as operações física e virtual é debate no BR Week 2017. Não perca o painel “A multicanalidade pressiona o varejo. Formas de lidar com os diferentes comportamentos dos consumidores nos diversos canais”, que acontecerá no segundo dia do congresso. Não perca tempo! As inscrições já estão abertas!



X

Compartilhar artigo

Envie este artigo para um amigo


X

Preencha Este Formulário

Nós queremos te conhecer melhor