BR Week

Porque as novas gerações precisam ser ouvidas na hora de elaborar estratégias

As novas gerações, que estão entrando aos poucos no mercado de consumo, precisam ser ouvidas pelas empresas. Aprenda dicas de como fazer

Por Mariana Lima

O quanto sua empresa escuta as novas gerações na hora de elaborar estratégias internas? Essa pergunta foi o tema da palestra do presidente da CNA, Décio Pecin na BRWeek.

A instituição, que conta com mais de 600 franqueados e com 143 mil unidades pelo Brasil, tem como maioria dos clientes adolescentes e jovens. Para a instituição, escutar a nova geração, portanto, é indispensável.

Segundo Pecin, transformação social é um ponto-chave de interesses dos Millennials e Geração Z e que, por isso, há muitas oportunidades para empresas do ramo de educação.

“A educação é uma maneira de transformar as pessoas e será a forma pela qual o Brasil vai passar pela verdadeira revolução da classe media. Não acreditamos que isso vai acontecer por meio de ações governamentais rápidas, a revolução e ascensão verdadeira acontecerá apenas quando o país pensar em educação de forma séria, pensando de 20 a 30 anos pra frente”, disse.

Para o executivo as gerações não se comportam tão diferentes do que as anteriores.Pecin defende que a diferença é a quantidade de informações que as atuais gerações recebem.

“O mundo mudou, mas as cabeças e formas de pensar é a mesma. O que alguns setores querem vender é que os atuais jovens são muito mais tolos que nós fomos, que eles não têm compromisso. Mas eles só não têm compromisso se não encontrarem valor na situação”, completou.

Pecin falou ainda que para se ter uma marca forte em tempos atuais, as empresas precisam ouvir também os colaboradores.

“Quer conquistar clientes? Toque o coração dele. Vale o mesmo para os funcionários. Tenha um propósito claro e mostre pra eles. As pessoas precisam saber porque estão ali”, finalizou.

Confira a cobertura completa do BR Week 2017.



X

Compartilhar artigo

Envie este artigo para um amigo


X

Preencha Este Formulário

Nós queremos te conhecer melhor