BR Week

Marketing digital a serviço do varejo… físico?

O marketing digital é o ponto de partida para uma série de iniciativas da Netshoes, algumas delas até mesmo no mundo offline. Entenda

Por Ivan Ventura

Conquistar o coração do novo consumidor dificilmente será alcançado com velhas práticas comerciais. A onda agora é o uso de estratégias digitais, tais como a Netshoes tem utilizado com os seus consumidores.

Para falar sobre o assunto, Gabriella Platinetty, diretora de marketing da Netshoes, foi a convidada do Br Week no painel “Marketing digital: como alinhar as perspectivas da nova geração com as perspectivas das empresas”.

No início do seu painel, Gabriella citou um estudo do Google que exibe os momentos de compras do novo consumidor. Nele, 76% querem recomendações e opiniões sobre um produto. Ao mesmo tempo, 36% buscam dados durante o processo. Ou seja, o comportamento do consumidor mudou.

Um dos exemplos visíveis dessa mudança é o smartphone. “É um dados conhecido, mas 69% dos clientes usam smartphone para buscar informações dos produtos ou sobre a marca”.

Em seguida, ela citou uma mudança no perfil no funil de conversão de compras, ou seja, a fase de conhecimento, experimentação e compra efetivamente. “Antes tínhamos três momentos: descoberta, interesse e compra. Era basicamente isso. A nova geração mudou essa jornada. Temos a descoberta, interesse, consideração, intenção, avalição e, por fim, a compra”, afirma.

No entanto, a quantidade maior de etapas da jornada do cliente não necessariamente significa que o consumidor está gastando mais tempo no processo de compra. Muito pelo contrário. “Se o cliente não passar por todas as etapas do funil, não teremos sucesso no processo de compra do cliente. As etapas aumentaram, mas os millennials gastam menos tempo com cada uma delas. E o segredo disso está relacionado ao micro-momento”, afirma.

Esses micro-momentos se corporificam de diversas maneiras. Seja no interesse por determinado de youtuber ou a curtida ou mesmo o compartilhamento de um “meme” na internet, a Netshoes capturou esses gostos e utilizou esse conhecimento na elaboração de alguns serviços. Primeiro, lançou um plataforma para móvel de graça, o mobile free. Depois, fez comerciais a partir de insumos coletados na análise dos clientes e isso resultou nos últimos comerciais de TV.

Como exemplo, a empresa comparou dois comerciais de TV exibidos no dia dos namorados. Em 2016, por exemplo, utilizou um famoso apresentador de TV. Este ano, atores desconhecidos interagiram com diversos elementos da cultura millennial, tais como memes que viralizaram na internet e games. “O resultado foi um aumento da lembrança do anúncio de 47% no anúncio deste ano com o comercial do ano passado. Isso nos mostra que cada coisa nova que queremos testar, sabemos que eles serão adeptos”, afirma Platinetty.



X

Compartilhar artigo

Envie este artigo para um amigo


X

Preencha Este Formulário

nós queremos te conhecer melhor